quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Body Building * A (desgastante) estreia

Como sabem no mês passado, aumentei a minha frequência de treinos no ginásio e sempre que posso, tento ir pelo menos três vezes por semana. As aulas que mais se adequam ao meu horário e que tenho escolhido não variam muito, passam pelo Zumba, Pilates, Barriga Killer e GAP. Tirando o Zumba, que alia dança a cardio e o Pilates, os outros baseiam-se em exercícios localizados, por vezes com ajuda de pesos e barras, maioritariamente centrados na barriga, glúteos e pernas. Já noto resultados positivos, mas em exercícios em que é necessária força de braços/ombros/costas, o caso já muda de figura. Sempre tive uns braços muito magrinhos e a força não é de todo o meu forte, por isso falei com um dos professores do ginásio, que me aconselhou a experimentar body building, uma aula direccionada para o aumento de massa muscular, um pouco por todo o corpo, na qual os braços não são esquecidos, basicamente é musculação, numa aula dedicada a meninas apenas. Para isso são utilizados pesos em que os quilogramas utilizados, variam.

Foi a aula mais espectacular de todo o sempre (cof cof), pois para além de ser a primeira vez e ainda me encontrar meio perdida, com o sistema de  "põe peso, tira peso, põe barra, tira barra", treinei com imenso pessoal que já dominava aquilo, portanto era basicamente a fraquinha lá do sítio, não é que me importe, é só para perceberem o enquadramento.  
Digo-vos que é uma aula muito puxada mesmo. Embora as repetições não sejam muitas, para quem não está habituado, vai sentir muitas dificuldades em conseguir manter o trabalho de braços (que foi o meu caso) e mesmo na parte dos agachamentos (também com barra e pesos), embora não tenha sido o exercício em que senti mais dificuldades, nos dias seguintes as dores musculares foram muitas. Não sei bem que faça ainda, sei que é importante treinarmos, dando atenção a todos os músculos, mas preciso de algo progressivo, sem carga excessiva (apesar de ter começado com o peso mínimo) e por isso não sei se vou voltar em breve. Acredito que tenha resultados rápidos, mas estou com algum receio de voltar a fazer aulas destas. Não sou de desistir, nem de inventar desculpas, mas acho que neste caso, tenho de ir mais devagar. Talvez começando em treinos com máquinas, a coisa corra melhor.




Contem-me tudo, o que aconselham a fraquinhas, para treinar braços e costas, sem ser com recurso a este tipo de aulas de muita carga?


2 comentários:

  1. Eu fraquinha mor não sei se conseguia fazer uma aula dessas, ficava de cama um mês =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar

Obrigada pela mensagem =)
Beijinhos